Trio esconde mais de 28 quilos de drogas em mochilas e malas e é flagrado pela polícia

Homem e duas mulheres estavam em um ônibus, que foi abordado na madrugada desta segunda-feira (25), em Presidente Epitácio

Publicado em: 26/05/2020 10:05

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu mais de 28 quilos de drogas nesta segunda-feira (25). De acordo com a corporação, os entorpecentes estavam com três passageiros em um ônibus, que foi abordado no km 648 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Epitácio.

Ainda segundo os policiais, a ocorrência teve início por volta das 3h15. A corporação recebeu a informação de que em um ônibus, com placas de Regente Feijó, havia um passageiro que se comportava de "maneira inconveniente". Então, foi feita a abordagem ao veículo que fazia o itinerário Campo Grande (MS) a Brasília (DF), com 20 passageiros.

Em vistoria ao interior do ônibus, um homem de 26 anos ficou nervoso e deu respostas desencontradas sobre os motivos de sua viagem, o que motivou os policiais a realizarem uma busca em seus pertences pessoais e no compartimento de bagagem do coletivo.

Também conforme a polícia, a equipe localizou uma bolsa de mão preta com 21 tabletes de skank, que pesaram 5,690 quilos, e uma pequena porção de haxixe, de 70 gramas.

Questionado, o rapaz confessou que era o dono das drogas e que havia comprado os entorpecentes em Campo Grande (MS) por R$ 5 mil. Ele alegou que os entorpecentes eram para consumo próprio e de seus amigos.


Em vistoria ao bagageiro externo, a equipe encontrou uma mochila preta com cinco tabletes de drogas, uma outra mochila vermelha com mais seis tabletes, e uma mala com mais 16 tabletes, todos de maconha. A bagagem pertencia a duas mulheres, uma dona de casa, de 58 anos, e uma auxiliar de cozinha, de 35 anos. O peso total foi de 23,6 quilos.

As passageiras também confessaram serem as donas da droga e falaram que foram contratadas por uma pessoa desconhecida em Campo Grande (MS) e que iriam para São Paulo (SP), onde entregariam o entorpecente para uma outra pessoa desconhecida. Elas receberiam R$ 4 mil cada uma pelo trabalho.

A Polícia Rodoviária informou também que a auxiliar de cozinha de 35 anos tinha um mandado de prisão em aberto para cumprimento de prisão preventiva, conforme processo criminal, expedido em 26 de agosto de 2019, e validade até junho deste ano, pelo crime de tráfico de drogas.

O homem e as duas mulheres foram presos por tráfico de drogas e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Presidente Epitácio, onde a prisão foi ratificada.

As mulheres foram encaminhadas para a Cadeia de Dracena e o homem para a Cadeia de Presidente Venceslau, onde permanecem à disposição da Justiça.

 

.
Por G1 Presidente Prudente



Qualquer reclamação, dúvida, comentário ou sugestão são bem vindos.

0800-7723010 | (18) 3851-9020 | (18) 99708-1491

Av. 09 de Julho, 683 - Conj.22 - Centro - Tupi Paulista

[email protected]



Todos os direitos reservados - Permitida a reprodução do conteúdo deste portal desde que autorizada.

Precisando de Internet? Conheça a abcRede Telecom.