Técnico em Segurança do Trabalho é atividade bem remunerada e de ampla atuação no mercado

Publicado em: 06/12/2019 04:12

Um dos cursos mais tradicionais do CEP/UME, Segurança do Trabalho, atrai alunos de Dracena e região, numa formação sólida voltada ao mercado de trabalho. O profissional técnico em segurança do trabalho tem uma atuação muito vasta, conforme explica o professor coordenador Oseias Semencio dos Santos. “Atua nas áreas de segurança do trabalho gerenciando sistemas de segurança e auxiliando juntamente com o engenheiro ou médico do trabalho a elaboração de documentos referentes à segurança do trabalho como: (PCMAT, LTCAT, PPP, CIPA, SIPAT, EPI/EPC PCMSO, PPP, PPRA, mapas de risco), rotinas de insalubridade e periculosidade, específicos pelo Ministério do Trabalho Emprego (MTE); fiscaliza e orienta os trabalhadores quanto ao uso de equipamentos de proteção individual, elaborando planos de prevenção de riscos ambientais, fazendo inspeção de segurança, laudos técnicos e ainda organizando e ministrando palestras e treinamentos, fazendo visitas in loco e avaliações ambientais”, informa o coordenador e prossegue: “Dentro das aulas práticas, o aluno aprende toda a rotina do profissional técnico, colocando a mão na massa ou melhor, fazendo e aprendendo”.

Santos informa que o mercado de trabalho necessita de profissionais técnicos em segurança do trabalho. Segundo ele, é um ótimo curso com alta possibilidade de emprego, sendo que a cada dia torna-se um profissional extremamente requisitado pelas empresas. “Hoje a profissão é muito importante para a redução de acidentes e doenças, sendo esses um fator de afastamento do trabalhador de seu posto de trabalho, por outro lado a legislação vigente exige das empresas a diminuição de acidentes e doenças do trabalho, neste sentido a cada dia mais empresa procura por esse profissional, seja tanto como empregado como consultoria. Podemos destacar que o profissional já é valorizado como estudante e quando vai para o campo de estágio surgem propostas podendo até sair empregado. O mercado de trabalho oferece oportunidades para bons profissionais que buscam uma carreira de sucesso em pouco tempo”.

O profissional pode ser um empreendedor, tendo sua própria empresa de segurança e prestando serviços em diversas áreas ou empresas.

Santos afirma que as empresas valorizam cada vez mais os especialistas em segurança do trabalho, sendo que ele atua em todas as esferas da sociedade onde houver trabalhadores, como fábricas de alimentos, construção civil, hospitais, empresas comerciais e industriais, grandes empresas estatais, mineradoras de extração e na área rural em empresas agroindustriais, centros de atacado ou varejo, todas as áreas que se enquadram nas normas do Ministério do Trabalho.

O coordenador enaltece a questão salarial. Segundo ele, hoje pode-se dizer que esse profissional tem um dos melhores salários da categoria técnica, e muitas vezes até maior que muitos cursos superiores. “Acesse o site do Sindicato em http://www.sintesp.org.br/convencao-coletiva.php verifique os valores salariais e certifique-se quantos os excelentes salários”.

Santos diz que o curso tem duração de 18 meses podendo  realizar estágio em diversas empresas. Para cursar o técnico em Segurança do Trabalho é necessário estar cursando o segundo ou terceiro ano e ou ser concluinte do ensino médio. Ele frisa ainda que o curso confere ao aluno um diploma de técnico de Segurança do Trabalho, que dá o direito ao registro do Ministério do Trabalho e Emprego, válido em todo o território nacional.

A escola conta com equipamentos de segurança e laboratório para as atividades práticas.

SERVIÇO: Inscrições devem ser efetuadas na secretaria da Fundec – rua Bahia.



Qualquer reclamação, dúvida, comentário ou sugestão são bem vindos.

0800-7723010 | (18) 3851-9020 | (18) 99708-1491

Av. 09 de Julho, 683 - Conj.22 - Centro - Tupi Paulista

[email protected]



Todos os direitos reservados - Permitida a reprodução do conteúdo deste portal desde que autorizada.

Precisando de Internet? Conheça a abcRede Telecom.