Semana Nacional de Conciliação termina amanhã em Dracena no Cejusc: atendimento é gratuito

Desde segunda-feira foi iniciada a atividade que ocorre anualmente em todo País. Na cidade é desenvolvida no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), instalado na Rede Gonzaga de Ensino Superior (Reges)

Publicado em: 08/11/2018 08:11
Evander Dias, Maria Dias, juiz de direito Marcus Frazão Frota, Zildenir Roldão e Valéria Leite, professora orientadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da Reges (Lucas Mello/Portal Regional)

Evander Dias, Maria Dias, juiz de direito Marcus Frazão Frota, Zildenir Roldão e Valéria Leite, professora orientadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da Reges (Lucas Mello/Portal Regional)

Em Dracena, a Semana Nacional de Conciliação ocorre desde segunda-feira, 5, no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), instalado na Rede Gonzaga de Ensino Superior (Reges), cujo encerramento será amanhã, 9.

Os organizadores da atividade informam que a Semana Nacional acontece todos os anos, quando são concentradas audiências diversas.

Toda população que deseja ver seu problema resolvido via negociação através da conciliação pode comparecer na Faculdade Reges, que trabalha em parceria com o Cejusc, formular o pedido no Setor do Peticionário, a fim de encontrar a solução. O trabalho conta com a presença dos alunos do curso de Direito, da Reges. Os problemas tratados no Cejusc dizem respeito a questões como, pensão alimentícia; guarda de filhos menores; divórcio; união estável; acidente de trânsito; dívidas e cobranças; direito do consumidor; indenizações; contratos; aluguéis; condomínios; conflitos de vizinhanças; reconhecimento de paternidade; questões com concessionárias de água, luz e telefone, entre outros.

A unidade atende das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. Os responsáveis ressaltam que durante a Semana Nacional de Conciliação apenas intensifica-se o atendimento e divulgação do trabalho totalmente gratuito realizado durante o ano todo, divulgando formas de solução de conflito, nas quais as partes conversam entre si com auxílio do conciliador ou mediador capacitado pelo Tribunal de Justiça.

Conforme o Cejusc, o serviço é rápido, gratuito e o acordo tem força de decisão judicial. Todos ganham quando os envolvidos buscam o interesse comum e o trâmite do procedimento pré-processual é em média 30 dias e do processo 4 a 5 anos.

Os responsáveis pela unidade explicam que caso o processo judicial já esteja em andamento, para pedir ao advogado da causa que solicite o encaminhamento dos autos ao Cejusc. Se ainda não há processo, procure o Centro localizado na Faculdade Reges ou no Cedrac (Centro Dracenense de Atendimento ao Cidadão – av. José Bonifácio, 950) e agende uma sessão de conciliação e mediação.

FONTE: Rosana Gonçalves/Portal Regional

 



Qualquer reclamação, dúvida, comentário ou sugestão são bem vindos.

0800-7723010 | (18) 3851-9020 | (18) 99708-1491

Av. 09 de Julho, 683 - Conj.22 - Centro - Tupi Paulista

[email protected]



Todos os direitos reservados - Permitida a reprodução do conteúdo deste portal desde que autorizada.

Precisando de Internet? Conheça a abcRede Telecom.