Ginecologista orienta mulheres sobre importância do autoexame e conhecimento do próprio corpo

A médica Luci Carla Cuchereave ressalta a importância da mulher conhecer o próprio corpo para ter condições de perceber eventuais mudanças

Publicado em: 09/10/2018 02:10
A ginecologista e obstetra Luci Carla Pereira Cuchereave com as participantes do 3° Papo de Mulher (Foto: Divulgação)

A ginecologista e obstetra Luci Carla Pereira Cuchereave com as participantes do 3° Papo de Mulher (Foto: Divulgação)

Mais uma edição do Papo de Mulher reuniu moradoras de Dracena e dos municípios vizinhos na Clínica Rio Branco, no sábado, 6. O projeto “Papo de Mulher – O nosso momento” idealizado pela ginecologista e obstetra Luci Carla Pereira Cuchereave surgiu no dia a dia de trabalho, no atendimento às mulheres das mais variadas faixas etárias, camadas sociais e níveis educacionais e tem como principal objetivo disseminar conhecimento sobre a saúde feminina.

O evento foi realizado pelo terceiro ano consecutivo em Dracena de maneira gratuita e contou com o apoio da Farmais e Eurofarma. As participantes foram orientadas sobre o funcionamento do próprio corpo, hormônios, ciclo menstrual, TPM, métodos contraceptivos, sexualidade, riscos de trombose no pós-parto, menopausa, exames preventivos em especial sobre a importância de se fazer o autoexame das mamas e a mamografia regularmente para a prevenção do câncer de mama.

Durante o Papo, a hair stylist Luisa Alencar compartilhou sua experiência e mudança de vida ao ser diagnosticada com câncer de mama em outubro de 2016, inspirando a todas com sua fé, perseverança e gratidão. “Ainda estou em acompanhamento, porém vivendo os melhores dias da minha vida”, afirmou.

A ginecologista e obstetra Luci Carla Cuchereave ressaltou a importância da mulher conhecer o próprio corpo para ter condições de perceber eventuais mudanças que venham a ocorrer e explicou como o autoexame das mamas deve ser realizado.

A médica ainda esclareceu que o Ministério da Saúde estabeleceu que o autoexame pode ser feito a partir dos 20 anos, mas que a partir do crescimento das mamas, as jovens não só podem como devem se observar e se tocar. “O toque nos seios com as pontas dos dedos deve ser feito em frente ao espelho, no banho e deitada, entre o 4° e 6° dia após o fim da menstruação. Mulheres que não menstruam podem fixar uma data para fazer a avaliação. Ao verificar qualquer anormalidade procure um médico de sua confiança ou a unidade de Saúde mais próxima”, considerou. (Fonte: Ginecologista e obstetra Luci Carla Cuchereave – CRM 125.325-SP). (Com informações assessoria de imprensa)

 

Saiba como realizar o autoexame:

O toque nos seios com as pontas dos dedos deve ser feito em frente ao espelho, no banho e deitada, entre o 4° e 6° dia após o fim da menstruação. Mulheres que não menstruam podem fixar uma data para fazer a avaliação.

 

Em frente ao espelho:

Em pé com os braços levantados observe mudanças como vermelhidão, achatamento,  inchaço, saliência,  enrugamento, aspereza e qualquer outra alteração nos seios ou nas axilas

No banho:

Com um dos braços erguidos colocados atrás da cabeça, toque e aperte os seios;

Pressione os mamilos e observe se há algum tipo de secreção

 

Deitada:

Coloque uma de suas mãos sob a cabeça e com os dedos da outra mão pressione o seio no sentido de fora para dentro como se formasse um espiral, observe alterações na pele e a existência de nódulos ou caroço.

Ao verificar qualquer anormalidade procure um médico de sua confiança ou a unidade de Saúde mais próxima.

 

 

Por Da Redação

Portal Regional



Qualquer reclamação, dúvida, comentário ou sugestão são bem vindos.

0800-7723010 | (18) 3851-9020 | (18) 99708-1491

Av. 09 de Julho, 683 - Conj.22 - Centro - Tupi Paulista

[email protected]



Todos os direitos reservados - Permitida a reprodução do conteúdo deste portal desde que autorizada.

Precisando de Internet? Conheça a abcRede Telecom.