Coronavírus: fazer exercícios ao ar livre é arriscado?

Entenda os riscos dos locais de treino e a importância de continuar se exercitando mesmo durante a pandemia

Publicado em: 11/05/2020 09:05

A pandemia do novo coronavírus segue pelo mundo e os números de casos confirmados no Brasil continuam aumentando. Até o dia 20 de março, foram registradas mais de 600 ocorrências no país e oito mortes causadas pela doença COVID-19.

Neste cenário, a recomendação do Ministério da Saúde é evitar aglomerações e ficar em casa sempre que possível para impedir a disseminação do vírus. Por isso, alguns governos, como o de São Paulo, decretaram o fechamento de shoppings e academias de ginástica para incentivar o isolamento social.

No caso das academia, em especial, a determinação se deu porque tratam-se de ambientes fechados e com muitos equipamentos compartilhados. "Mesmo com todo o cuidado, a transmissão deste vírus é muito fácil", explicou Leonardo Sokolnik de Oliveira, professor de Biomedicina da Universidade Santo Amaro (Unisa), em São Paulo.

Mas isso não significa que é preciso parar de se exercitar. De acordo com o médico, a atividade física moderada e constante melhora a imunidade e traz diversos benefícios ao corpo. Portanto, ela precisa ser incentivada - principalmente durante um período de epidemia, como a do novo coronavírus.


Treino ao ar livre pode?
Realizar atividade física em locais fechados, como academias, não é indicado neste momento. Porém, as atividades individuais ao ar livre podem ser uma alternativa, já que oferecem risco bem menor. "Por hora, é possível realizá-las, sempre com o cuidado de higienizar frequentemente as mãos", orienta o especialista.

Se o treino puder ser realizado dentro em casa, melhor ainda. Alguns especialistas não estão recomendando sair para se exercitar. Segundo a educadora física Raquel Quartiero, agora existe a necessidade do distanciamento social. Então, para não correr nenhum risco, ela não indica realizar exercícios fora do lar.

"Há milhões de maneiras de praticar atividades físicas dentro de casa: vídeos nas redes sociais, aplicativos. E treinar em casa não requer equipamento nenhum. A pessoa pode fazer com o peso do próprio corpo e mesmo assim obter resultados incríveis", aponta.

Em qualquer situação, é importante ficar atento para não exagerar - principalmente quem não tem o costume de praticar exercícios com frequência. "Quem não tem este hábito, não deve iniciar com uma intensidade elevada, pois o efeito pode ser o contrário e diminuir a imunidade", explica Leonardo.

Recomendações para treino
Se você optar por treinar fora de casa, ao ar livre, algumas orientações devem ser levadas em consideração, como:


Evite contato direto com outras pessoas
Se o local aberto estiver muito cheio, configura aglomeração, então não prossiga com o treino
Se estiver com algum sintoma de coronavírus, não é indicado treinar, é preciso repouso
Corrida e caminhada ao ar livre podem ser feitas, desde que não haja contato e se mantenha distância de outras pessoas
Mantenha-se hidratado
Use álcool em gel
Mantenha uma alimentação saudável



Qualquer reclamação, dúvida, comentário ou sugestão são bem vindos.

0800-7723010 | (18) 3851-9020 | (18) 99708-1491

Av. 09 de Julho, 683 - Conj.22 - Centro - Tupi Paulista

[email protected]



Todos os direitos reservados - Permitida a reprodução do conteúdo deste portal desde que autorizada.

Precisando de Internet? Conheça a abcRede Telecom.